Pepino Hib. Shogun. Manejo correto, sucesso da produção

Publicado em 15/09/2011
Compartilhe 

Frutos muito uniformes, de coloração verde escuro brilhante e espinhos brancos, resistência a Míldio (Pseudoperonosporacubensis), Oídio (Erysiphecichoracearum) e Corynespora (Corynesporacassiicola) são algumas das características que fazem do Pepino Hib. Shogun uma excelente opção de cultivo. O híbrido Shogun possui polinização preferencialmente ginóica, que segundo pesquisadores, proporciona à planta um melhor equilíbrio, melhorando a qualidade dos frutos e minimizando a presença de frutos tortos e mal formados.

Por se tratar de uma planta vigorosa com média brotação lateral seu manejo se torna ainda mais importante. Para suportar uma grande produção de frutos a planta necessita de um sistema radicular bem desenvolvido. Para tanto se recomenda a capação de brotos laterais e retirada de frutos até o 5º nó para que a planta tenha tempo suficiente de desenvolver suas raízes. Apesar da retirada dos frutos dos primeiros nós as perdas com esse processo não são consideráveis, pois esses frutos, na maioria das vezes, entrarão em contato com o solo tornando-se tortos e amarelados. Depois do quinto nó recomenda-se a capação do ramo após o desenvolvimento do segundo fruto.

Os resultados deste manejo serão plantas mais sadias e mais produtivas, com carga bem distribuída ao longo do ciclo e frutos de excelente qualidade. Shogun é adaptado ao cultivo em estufa e campo aberto e pode ser cultivado enxertado ou em pé franco, sendo que quando enxertados suas plantas ganham maior vigor e seus frutos melhor brilho.

O Pepino Hib. Shogun está disponível em embalagens de 500 sementes.

Edição 9, ano 1. Setembro 2011
Textos: Carolina Guidoni
Revisão Ayrton Tullio

Veja algumas fotos

    Nos siga nas redes sociais